Skip to content

->(sem título por puro esquecimento)

abril 9, 2005

Sou uma pessoa esquecida. Esqueço datas, aniversários, as chaves de casa, dinheiro e até onde costumo estacionar o carro. Não sei se é o peso dos anos chegando ou se eu preciso que me receitem magnésio, ou fósforo. Ou as duas coisas. Pode ser só uma característica totalmente normal da minha personalidade, como acordar de mau humor ou matar passarinhos com estilingue. Ok, a parte do passarinho é mentira. Geralmente são gatos. Antes que receba mails da Sociedade Protetora dos Animais, deixo bem claro que é brincadeirinha viu? Pronto, esclarecido.
Como ia dizendo, o esquecimento pode complicar a vida das pessoas, principalmente a profissional. Por exemplo, eu, se esquecer uma vírgula, um acento ou uma palavra, é normal, ninguém morre por causa disso, apenas acabo descendo na consideração das (sete) pessoas que me lêem. Se tiver sorte posso até fazer com que seja o meu “estilo pessoal de escrita”, e acabo ficando famoso.
Mas em algumas profissões fico realmente preocupado com o problema. Na medicina por exemplo, já ouvimos algumas notícias de cirurgiões que esquecem coisas dentro do paciente, ou ainda, esquecem de fazer a cirurgia.

(Na sala de operações, o médico principal começa a tirar as luvas de latex e a touca)
-Pronto, podem fechar o paciente.
-Errr…mas dr, ainda falta extrair o apêndice… – alertam as enfermeiras.
-Droga! Sabia que estava esquecendo alguma coisa..

Mas pode ser pior. Frequentemente eu perco papeis ou caneta na minha mesa, imagino como deve ser num corpo aberto e todo vermelho…e a porcaria dos órgãos são da mesma cor! Não dava pra fazer uma anatomia “plug and play”? Que tal se os órgãos do sistema digestivo fossem amarelos, do sistema respiratório fossem azuis e do sistema circulatório verde fluorescente? Errr…ok, se preferirem, esse último pode ser vermelho.
Mas assim seria tudo muito mais fácil e dificilmente os médicos perderiam bisturis, pinças e tesouras dentro de nós. Aliás, agradeço a Deus e a quem inventou a esterilização, pelas fato das salas de cirurgia terem que ser lugares isolados dos nossos objetos do dia-a-dia. Se operassem no meio da bagunça de um escritório seria muito mais grave.

-Bom, acabei a cirurgia, levem o paciente para a recuperação.
-Certo, dr..
(médico procurando nos bolsos da calça)
-Pera, pera, pera, pera! Vocês viram a chave do carro por aí?
-Quando cheguei estava em cima da mesa, mas na última vez que eu vi estava na cavidade toráxica, o sr. não tirou de lá?

Por falar nisso, meu celular está tocando. Mas não sei de onde vem o toque, só sei que dentro de mim meu estômago está roncando. Ou será vibrando? Epa! Meu celular não toca assim!!

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Carol permalink
    abril 9, 2005 10:16 am

    Gaaaaaaaaaah! Pelo menos o seu caso não é complicado por uma paranoia compulsiva que te faz verificar sua bolsa 25 vezes num trajeto de 30 minutos, pra ver se o USB stick com sua monografia não pulou pra fora do estojo pra correr de volta pra faculdade.

  2. Tita Aragón permalink
    abril 9, 2005 11:37 pm

    TOC… transtorno obsessivo compulsivo… eu verifico se desliguei a chave do gás umas trinta vezes antes de sair de casa!

  3. Guto permalink
    abril 11, 2005 12:46 pm

    E qdo esse sentimento ve associado a alguma viagem? E pior ainda qdo vc está no meio do caminho.. ai sim é fod****

  4. Guto permalink
    abril 11, 2005 12:48 pm

    acho q escrevi ASSOCIADO errado.. é pq eu SEMPRE esqueço a grafia de várias palavras.. odeio a Internet por isso. Eu curtia mais qdo escrevia errado no “Ditado da Tia Ruth”…

  5. Daniluvas permalink
    abril 14, 2005 2:29 am

    Ta escrito certo, Guto.

    Obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: